On tour: Berlim

Fomos fazer um bocadinho de merda para Berlim. 


Olá pessoas com pouco que fazer! Finalmente o post de Berlim, a nossa primeira viagem do tem tudo para dar merda: on tour! Foi um bom spot para primeira viagem do trio, obviamente começou logo a dar merda, com aquele cartoon que andámos a publicar.

Cartoon berlim 01 - A chegada

Eu e a Rita chegámos perto da hora de jantar e a Ana só à meia noite. Antes dela entrar no avião mandou-nos um áudio a explicar tudo, as horas que chegava e era bom que já estivéssemos prontas para ir sair. Claramente não percebemos nada do que a emigrante queria com aquele voice e pensámos que estávamos em casa todas ao mesmo tempo. Quando nos apercebemos que não, eu e a Rita morremos na praia e quando a Ana chegou, não fomos sair a lado nenhum. Em vez disso, eu e a Rita andámos a caminhar entre Vietnameses e hambúrgueres, depois cerveja todas em modo reunião e dormir para de manhã fazermos uma free walking tour.

Dia 2 ou corrida atrás do free tour e o amigo Greg.

Walking tour esta, que quase perdemos por estupidez, mas worry do not:

Cartoon berlim – freetour

 

Fotos berlim - Freetour

Durante a tarde, achámos que devíamos repor as calorias que gastámos a andar. So:

Fotos berlim - Crepes, grofres e igrejasPara arranjar lugar neste café é que foi um 31, entrar e sair feitas sem-abrigo à espera que alguém levantasse o seu real traseiro para nos sentarmos. E sentámo-nos. À beira de uma família. Com uma criança. Adoro crianças. Tão silenciosas. Tão quietas. Gotta love them.

A sério. Adoro. Fiquei muito feliz.

Cartoon berlim – Grumpy cat

Vamos ao que interessa, esta noite sim, teve tudo para dar merda! Pena que a maior parte vai ter de ser censurada, só para maiores de 40. Mas vou tentar contar o máximo que puder! Começámos por drinks and tecnho feliz/não feliz/pesado/corta pulsos/deep house infeliz/trance/psy trance/prog no apartamento. Pós o início da destruição e muitas purpurinas, fomos a um restaurante italiano muito simpático, com pessoas do mundo todo pelo que parecia. Até o empregado que nos serviu sabia português, italiano, inglês, alemão!

Depois de pizzas e massas e vinhos e cervejas; depois de aprendizagens sobre apps criadas por certas pessoas que relatam todos os indivíduos com quem estiveste na vida (sim, estou a falar de sexo para as mentes puras), por países, idades, géneros, etnias, pontuação e duração, com gráficos, tabelas, cores e esquemas…

Absorvida esta informação toda … Tive uma epifania e decidi conversar com um anjo. Sim. Um anjo ladies and gentlemen. A Paula viu a luz, viu o céu e, como é óbvio, teve uma conversa profunda com o dito cujo sobre questões da vida. Questões essas que rondavam os mais variados temas: to be or not to be pregnant. – Not to be by the way!!

gif berlim - Paula e o anjo

Bem, o paraíso acabou e começou o inferno! Clubbing like hell! Muitos mojitos estranhos que ardiam as fuck (a.k.a. Russian Mule)! Muita dança e desequilíbrio! Conversas um pouco fora… e claro…um shot que não devia ter acontecido. Este derradeiro desencadeou uma série de incidentes que levaram a Ana a chamar pelo seu amigo Greg e a baloiçar nos meus braços e da Rita enquanto dizia ‘Nie wieder Berlin‘ (que era uma clara referência ao filme Eurotrip, mas que ela se esqueceu de explicar!). Claro que eu tinha de me enganar trezentas vezes no caminho e lá apanhamos um táxi para casa, onde a Ana comeu hummus com um pouco de pão.

As bad decisions não ficam por aqui!

Fotos berlim - primeira noite out

Dia 3 ou a ressaca veste veludo vermelho

Que rico dia de vento! Bem, este será mais resumido. Também não vos quero tirar o tempo todo. De manhã visitamos uns mercados (Raw Flohmarkt) numa zona altamente..Até que reparámos que tinha sido exatamente o sítio onde saímos na noite passada!! Fizemos photoshoot, um belo período de tempo onde tive de carregar os casacos das ladies para todo o lado. Mas, no entanto, conseguimos várias fotos dignas de anúncios da La Redoute.

Fotos berlim - catalogo

Também tiramos fotos à nossa disfuncionalidade numa cabine. Comemos salsichas e, durante a tarde..Decidimos ir visitar o parlamento. Logo à entrada reparei que o meu Bilhete de Identidade não estava na carteira. O dia estava a correr bem de mais. Lá nos deixaram entrar, mas no fim do dia reparei que ele esteve SEMPRE na capa do meu telemóvel! Eu gosto de arranjar stresses desnecessários.

Bem..tanta merda para isto:

Tem Tudo para dar Merda - Parlamento Berlim

Fim! O que é que íamos fazer? Well well…

Fotos berlim - Paula desespera

Depois desta super produtividade, terminámos o dia no Hackescher Markt e seguimos para casa e mais censuras, onde nos preparámos para outra noite.

Fotos berlim - Não entramos na bergheim

Chegamos finalmente a outra noite..onde se tentou entrar na Berghain. Pusemos o nosso outfit nada cool, uma ou outra purpurina e partimos para a tentativa. Nem estávamos a chegar a porta e ouvimos um ‘not tonight girls’ e demos meia volta. Muito rápido. Despacharam-nos com uma pinta.

Restou-nos a sugestão do nosso Host do airbnb o Roses! Um bar gay completamente excêntrico! Pena não termos fotos para mostrar, era proibido, deixámos só um cheirinho. 

Fotos berlim - Roses

Foi uma noite bem passada a ver as paredes de pelo vermelho, lustres por todo o lado, todo o tipo de coisas penduradas no teto e paredes e outra sala meia leopardo. Plumas, cores, luzes, cocktails pussy deluxe, homens nus e animação nas casas de banho! Muito muito bom!

Demos por encerrada a noite com muita muita merda censurada, se tiverem mais de 40, perguntem à parte por mensagem.

Dia 4 ou as hamburgers com techno

Fotos berlim - Ultimo dia

E chegámos ao nosso último dia, onde visitamos algumas coisas como a East Side Gallery , vimos a paragem de metro mais fofa da história, Schlesisches Tor, comemos os melhores hambúrgueres no burguermeister.

Ah, sentamos o rabo num cafezinho fofo e hipster durante a tarde, luzia, muito lindo! Enquanto demos uma volta a pé e vimos a nGbK gallery e uma zona que mais parecia o Algarve.

Depois demos uma volta pela Berliner Dom, mas não foi só uma volta, foi todo um processo mágico de subir 270 e tal degraus até nos faltar o ar! Mas compensou. Compensou os diferentes insultos, pragas rogadas e a asma da Rita nesta subida.

Cartoon berlim – subir ao stephansdom

 

Terminámos assim a nossa viagem, num passeio entre casas fofas (lembram-se do nome? Tiramos as fotos distraidas). Uma pequena caminhada até casa a olhar tristemente e ressacadamente para o rio.

Damos por encerrado este capítulo de Tem Tudo para dar Merda ON TOUR!

SIGAM-NOS NO INSTA @TEMTUDOPARADARMERDA

Aqui fica uma lista com tudo o que vimos, comemos e onde dormimos:

Merdas que comemos e cafés

Luzia

Fomos lá só para tomar café, mas dizem as más linguas que também é um sitio fixe para beber uns copos.
https://goo.gl/maps/fXAyb4V2GU62

What a wurst (salsichas e hotdog)

Classico stand de rua, wurst baratinhas
https://goo.gl/maps/EJf1AwmUMu32

Pizzaria Il Ritrovo

A comida era bastante boa, mas como fomos depois de já termos bebido uns copos, não confiem no nosso critério. Um dos moços que nos atendeu sabia um bocado de portugês – fofo!
https://goo.gl/maps/L1hpcH8cQQn

Crepes & gofres

Tinhamos vontade de comer mais merda e isto tinha um rapazinho à porta a fazer crepes – fácil de cair em tentação.
https://goo.gl/maps/qPjnwLcPspu

Burgermeister

Das melhores hamburgers que comi ultimamente, com o plus de poderes curtir alto tecno enquanto esperas na fila.
https://goo.gl/maps/5JVpz6xsgjM2

Asiagourmet

Comida de estação de metro. A pior cena que o alemão básico da Ana pode enfrentar é o alemão de um chines. Mas acabamos por comer bastante bem. https://goo.gl/maps/3UzLoXEukTZ5ckdu8

Onde saimos

Crack Bellemer bar

O Plano B lá do sitio. Fica numa zona muito alternativa e tem uns Moskow Mule muito fixes.

https://goo.gl/maps/Nv8g7KpEhiR2

 

Roses

Depois de não nos deixarem entrar na Bergheim, decidimos seguir a dica do nosso host do airbnb e fomos ao Roses. Um bar gay com a melhor decoraç~åo do mundo. Montes de coisas brilhantes, as paredes cobertas de pelo vermelho e quadros geniais pela parede, que incluiam um Jesus bastante porno. Obviamente, não se podem tirar fotos.

https://goo.gl/maps/qY8QBYLPN522

 

Onde dormimos

Ficamos num airbnb ao lado de Alexanderplatz e super bem comunicado com metro, comboios e autocarro para o aeroporto. O host era muito simpatico e ainda nos deu umas dicas fixes.

https://www.airbnb.com.br/rooms/27120381?s=51

 

Coisas que tens que ver

Free tour

Um clássico quando queres ver a cidade e ter um basico de conhecimento da historia a um preço fixe. Tirando a parte de chegarmos tarde e termos que ir a correr para apanhar o grupo, o guia era muito simpatico e explicava tudo de uma forma super clara.

https://original-europe-tours.com/tours/berlin-free-tour-city-walking/

 

De resto fizemos o que as pessoas normais costumam fazer, ir ao google e ver o que havía ao nosso lado e que tivesse reviews fixes. Fica a lista dos must-see que tivemos tempo de ver:

RAW Flohmarkt

Eastside gallery

nGbK

Checkpoint Charlie

Topografia do Terror

Memorial to the Murderes Jews of Europe

Brandenburg Gate

Palácio do Reichstag

Berliner Dom

World Time Clock

Alexanderplatz

Hackescher Markt

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.